Deus vivo, Deus criador!

Profecia

Tá ai um assunto em que ouvimos falar muito por ai. Mas será que entendemos realmente o que é uma profecia, um profeta, o dom de profecia?

É isso que vamos estudar hoje. Vamos aprender um pouco mais sobre essa palavra que tanto ouvimos falar e que nem sempre entendemos o que realmente é.

Boa leitura!

O dom de profecia

O dom de profecia é um discurso sobrenatural numa língua conhecida. A profecia não é um dom particular, mas sempre é trazido a um grupo de crentes embora possa ser para um ou mais indivíduos presentes. Desta maneira pode ser julgada, isto é avaliada pela igreja a luz da Bíblia Sagrada (I CO 14.39).

Existem três maneiras pelas quais a profecia ministra aos crentes: pela edificação. Pela exortação; pelo consolo (I CO 14.3).

É permitida que as mulheres exerçam o ministério de oração e profecia, mas sempre sob a liderança do pastor da igreja.

Não existia discriminação à mulher (I CO 11.5; LC 2.36-37; AT 21.8-9).

A mulher de Apocalipse – falsa profetisa. Tinha um dom carismático, mas tinha veneno na língua.

A verdadeira profecia não se origina no reino natural, mais é movida pelo Espírito de Deus, são palavras que Deus dá para o seu povo.

O que não é profecia?

Profecia não é ler sorte. Profecia não é olhar na bola de cristal, ou ler cartas, ou simplesmente predizer o futuro por qualquer método. A verdadeira profecia é antecipar e não vaticinar (predizer).

Profecia não é pregação inspirada. Pregação significa proclamar o evangelho. Na pregação estão envolvidos o intelecto, o treinamento, a habilidade e a educação. O sermão procede do intelecto inspirado. A profecia, por outro lado, significa que a pessoa está dizendo que o Senhor dá, diretamente, procedo do Espírito, não do intelecto.

Profecia não é testemunhar (I TESS 5.20-21; JER 13.19).

Características de um verdadeiro profeta

A manifestação do dom de profecia demonstra a existência do dom ministerial de profeta.

– manso, humilde e gentil (NUM 12.3);

– possuir maturidade espiritual (EF 4.8; 11-16);

– praticante da mesma doutrina (EF 4.11-16);

– evita popularidade, sua finalidade é atrair as pessoas a Deus e não a si mesmo;

– fala somente a verdade (JER 23.16-22);

– a vida do profeta (profetisa) tem que estar consoante com a vida de I TM 3: ser irrepreensível, marido ou esposa de uma só mulher ou marido, respeitáveis, temperante, sóbrio, modesto, não dado ao vinho, inimigo de contendas, que governe bem a sua casa, não neófito, sabe dar bom testemunho;

– no livro de Mateus 7.21-23, revela-o como identificamos um falso profeta.

Algumas características que ajudam sobre profecia

– a profecia deve estar em equilíbrio com a palavra de Deus (Bíblia) já revelada (DT 4.2; 13.1);

– desconfie de toda a profecia que não tenha o reino de Deus em perspectiva: as profecias no varejo; Se não levar o reino de Deus em perspectiva, é cartomancia evangélica. Toda a profecia tem o reino, a nação de Deus em perspectiva;

– não aceite qualquer profecia que não seja no convívio da igreja. Em I CO 14.22, a profecia é dada na igreja, se não for dada na igreja, não é certo; cuidado com os ‘jardim de oração’, não é bíblico;

– toda profecia deve se manifestar no seio da igreja e o pastor devem se manifestar, recebendo ou rejeitando a profecia;

– não aceite qualquer profecia que Deus não tenha primeiro falado em seu coração (I CO 14.3). Profecia não é revelação, não é palavra do conhecimento; Primeiro Deus fala aos nossos corações  – Deus não manda recado. Quem manda recado é covarde ou inimigo. Quem está em comunhão com Deus, Deus fala primeiro ao seu coração. A profecia é a confirmação do que Deus tem falado primeiro no nosso coração. Compare AT 20.20 com AT 21.7.

A voz de Deus nem sempre é discernível. Três vezes Samuel ouviu Deus e não sabia que era Deus.

Conselhos que ajudam a identificar se é Deus que está falando

– não receba nenhuma voz se Deus não tiver primeiro falado em seu coração;

– nunca receba uma profecia de ninguém, se não houver precedente histórico: nós cremos na doutrina dos apóstolos (AT 2.22); imagine alguém chegar com uma mensagem que o apóstolo Paulo não viu, Irineu não descobriu, Tomaz de Aquino não conheceu, Calvino não interpretou, Lutero era um bronco no assunto, Santo Agostinho passou longe, Wesley não podia conhecer. Mas Deus me revelou. Esse homem ou mulher estão mentindo em nome de Deus.

Nós somos continuadores da doutrina dos apóstolos, temos precedentes históricos, já passou na história da igreja, já se viu, já se participou.

Qualquer mensagem deve ser analisada sobre esse precedente histórico. O que Paulo falou sobre isso, o que o apóstolo Pedro afirmou, o que Tiago comentou, o que se discutiu nos concílios da igreja. Se for coisa nova não serve. Nossa igreja é velha, tem 2000 anos.

– não aceite ninguém profetizar em nome de Deus se não houver confirmação comunitária.

Tenho uma profecia, mas não posso falar na igreja. Isso é contra os ensinos do apóstolo Paulo (I CO 14), a profecia é dada na igreja para ser julgada. O teste é a verdade da luz. Se tem uma mensagem, vamos para a igreja e lá vamos ver como a igreja recebe, como o pastor pensa, o que os obreiros pensam, se é de Deus outros cristãos vão afirmar que é de Deus.

– não aceite nenhuma palavra se a profecia for inteiramente previsível. Ninguém conhece o que Deus vai falar;

– não receba nenhuma palavra, até que se cumpra. Faça como Maria que guardava todas as coisas em seu coração. Aguarde e confira.

Quando sabemos que o profeta está falando em nome de Deus?

– o grande teste é o teste dos três: o profeta tem vida na ternura, tem temor e tremor;

– outro grande teste é o teste da credibilidade: credibilidade moral, vida ilibada, credibilidade espiritual;

– receba toda a palavra que for específica a você. Cuidado com as profecias vagas.

– geralmente Deus não fala uma só vez. Isso é sua longanimidade. A Samuel Ele falou quatro vezes.

Texto retirado da apostila de teologia “O Espírito Santo” do pastor José Mathias Acácio

A paz do Senhor Jesus!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: